Veyance Technologies, Inc.


MOLAS PNEUMÁTICAS CONTINENTAL CONTITECH 

  

A CONTINENTAL CONTITECH sempre teve como prioridade máxima fornecer aos clientes aquilo que eles realmente necessitam. 

As Molas Pneumáticas CONTINENTAL CONTITECH para ônibus, caminhões e carretas protegem a carga, proporcionam o nivelamento automático dos veículos ou implementos, reduzindo os custos de manutenção, aumentando sua vida útil e sua produtividade. Além disso, elas possibilitam um rodar mais suave, proporcionando um menor nível de ruído aos seus passageiros. 

Devido à sua grande capacidade de absorver vibrações, as Molas Pneumáticas protegem as estruturas e carroçarias dos veículos garantindo-lhes uma vida útil mais longa, se comparada com aqueles equipados com suspensões de feixes de molas convencionais de aço. O motorista conduz com maior conforto, fica menos cansado, fica mais alerta e a carga fica mais protegida de impactos e vibrações. 

Se comparada com as Molas Pneumáticas, as molas de aço possuem uma grande desvantagem: elas são projetadas rígidas o suficiente para suportar a carga máxima ou faixa de peso bruto do veículo. Quando o veículo não está carregado, ou está apenas parcialmente carregado, os sistemas de suspensão de aço são muito rígidos não permitindo uma deflexão necessária para reduzir as vibrações e impactos transmitidos das rodas para a carroçaria.  

Já nas Molas Pneumáticas isso não ocorre, pois a constante da mola ou rigidez podem ser alteradas constantemente, acomodando melhor as alterações de cargas. Um veículo sem carga opera com pressão de ar mais baixa nas molas, enquanto que um veículo totalmente carregado opera com uma pressão de ar mais alta. Esta alteração da pressão é feita automaticamente por meio de válvulas especiais de nivelamento e altura. 

Não é de se admirar que as Molas Pneumáticas da CONTINENTAL CONTITECH são utilizadas nos mais diversos tipos de serviços como: caminhões, carretas, ônibus urbanos e rodoviários, utilitários, ambulâncias, implementos agrícolas, entre outros. 

Para o seu maior conforto e de seu motorista, proteção da carga, proteção do pavimento, e vida longa de seu veículo ou implemento, peça sempre MOLAS PNEUMÁTICAS CONTINENTAL CONTITECH. 

  

 img text molas 

BENEFÍCIOS E VANTAGENS DAS MOLAS PNEUMÁTICAS CONTINENTAL CONTITECH 

  

• Maior conforto ao motorista e aos  ocupantes dos veículos  

• Melhor proteção à carga  

• Maior estabilidade  

• Condições suaves de dirigibilidade  

• Manutenção do veículo mais rápida e  simples  

• Maior durabilidade do veículo ou  implemento  

• Redução significativa dos danos  causados ao pavimento  

• Nivelamento automático do veículo ou implemento  

• Redução do nível de ruídos  

• Redução no custo na fabricação de  implementos rodoviários  

• Redução do peso morto, aumentando a carga transportada  

• Distribuição equalizada da carga  sobre a suspensão e os pneus  

• Maior proteção aos componentes  eletrônicos  

• Controle de altura para engate e  desengate de carretas. 

  

MANUTENÇÃO 

  

LISTA DE VERIFICAÇÃO DE MANUTENÇÃO DAS MOLAS PNEUMÁTICAS 

• Verifique se há vazamentos na  tubulação de ar e nas conexões, e se  não existem outros elementos que  estejam causando danos externos à  bolsa pneumática (atrito com desgaste). 

• Verifique se há espaço adequado ao  redor da mola pneumática quando ela estiver carregada. Em geral, 40mm  são suficientes para o aumento de  diâmetro por ocasião de um forte  impacto. 

• Periodicamente, verifique se a suspensão está na altura adequada de trabalho. Esta tolerância deve ser   mantida em +/- 7 mm, para impedir que as molas e amortecedores se estendam muito ou toquem o fim de curso da suspensão com frequência. 

• Ao fazer a manutenção de rotina de  veículos, bloqueie a suspensão e verifique se há desgaste irregular ou  acúmulos de sujeira na parte flexível (bolsa). Limpe, se necessário, com uma solução que não seja derivada de petróleo. Normalmente água e sabão neutro são suficientes. 

• Verifique se há acúmulo de sujeira na base inferior. Fragmentos endurecidos nesta região reduzirão a vida útil da Mola Pneumática. Uma rotina de manutenção deve assegurar sua limpeza. 

• Verifique os amortecedores: vazamentos, extremidades quebradas, buchas ou cilindros gastos, extensão excessiva. 

• Periodicamente, verifique se as porcas e parafusos estão apertados. Consulte o manual do fabricante para recomendações específicas de torque. 

• Verifique se a válvula de controle de altura está funcionando adequadamente. Limpe-a ou troque-a, se necessário. O bom funcionamento dela pode evitar danos maiores à suspensão e aos pneus. 

• Estabelecer uma rotina de inspeções, verificando os itens acima mencionados, podem reduzir os custos de manutenção e aumentar a vida útil de seu veículo. 

  

INSTALAÇÃO DAS MOLAS PNEUMÁTICAS 

Antes de instalar uma Mola Pneumática assegure-se de que possui todas as ferramentas e equipamentos necessários para realizar o reparo de forma segura. Familiarize-se com o produto que vai instalar revendo o manual de serviços do fabricante. 

Se tiver alguma dúvida, peça assistência de um profissional qualificado em suspensão, ao fabricante ou ao fornecedor das Molas Pneumáticas. Isso pode poupar-lhe muito tempo e aborrecimentos durante ou após a montagem. 

  

DICAS IMPORTANTES PARA A MONTAGEM DA NOVA UNIDADE 

• Ao desconectar a haste e acoplamento da válvula de nivelamento, verifique se elas não estão quebradas ou danificadas: se estiver, troque as peças danificadas. 

• Verifique a necessidade de substituição os amortecedores. Em geral há dois sinais de advertência indicando seu desgaste. Se ele puder ser facilmente comprimido ou estendido, é hora de trocar a unidade.  

• Além disso, se o veículo acabou de ser trazido para manutenção, o amortecedor ainda deve estar quente. Se  não estiver, precisa ser trocado. 

• Lembre-se de que os amortecedores são fundamentais para maior durabilidade das molas pneumáticas. 

• Depois de desconectar a tubulação de ar, verifique se há rachaduras ou outros danos em todo o seu comprimento. Também verifique se os conectores estão danificados e troque-os se necessário. 

• Às vezes, a causa de falha da Mola Pneumática é visível e/ou claramente identificável, outras vezes não. Quando não for, inspecione a mola pneumática depois de removê-la para determinar a causa da falha, e em seguida corrija o problema. 

• Com as molas pneumáticas removidas, outras peças da suspensão a ar ficam mais acessíveis. Verifique se há  desgaste ou danos nos suportes das Molas Pneumáticas e em todas as outras partes da suspensão. Mais uma vez, troque os componentes que estiverem danificados. 

• Verifique se ao redor do suporte da Mola Pneumática não existem quaisquer obstáculos ou cantos pontiagudos que possam danificar a nova unidade. 

• Antes de instalar a nova unidade, limpe as placas de fixação das Molas Pneumáticas para que sua fixação seja adequada. 

• Se apenas a bolsa estiver sendo substituída (no caso de Molas Pneumáticas desmontáveis) utilize apenas água com sabão para auxiliar na montagem. Nunca use produtos a base de derivados de petróleo. 

• Sempre utilize parafusos de fixação novos na instalação. Parafusos velhos nunca devem ser utilizados pois podem falhar. 

• Verifique se a haste de nivelamento está funcionando adequadamente. Quando o veículo é carregado, a haste  de nivelamento deve se mover da posição neutra até a posição de admissão. Isto permite a entrada de ar nas molas, que por sua vez leva a haste de volta para a posição neutra. Quando a carga é removida, a haste de  nivelamento deve se mover para a posição de exaustão. Isso permite que o ar escape até que a haste retorne à posição neutra. 

  

GARANTIA E INFORMAÇÕES ADICIONAIS 

As Molas Pneumáticas da CONTINENTAL CONTITECH são projetadas para oferecer a maior vida útil possível sob condições de carga. Sua vida útil porém, pode variar de veículo a veículo, conforme as diferenças operacionais, de ambiente ou de projeto da suspensão. A vida útil de uma Mola Pneumática é geralmente medida em “anos de serviço” e/ou “milhares de quilômetros”. 

Todas as Molas Pneumáticas CONTINENTAL CONTITECH, possuem garantia contra defeitos de fabricação, mas não têm garantia para nenhum propósito, aplicação ou uso específicos. 

  

IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO 

O código Continental ContiTech é formado por: 

556 

X 

Y 

XXXX 

NÚMERO COM TRÊS DÍGITOS 

NÚMERO COM UM DÍGITO 

NÚMERO COM UM DÍGITO 

NÚMERO SEQUENCIAL COM QUATRO DÍGITOS 

INDICA O CÓDIGO DA FÁBRICA
CONTINENTAL CONTITECH AIRSPRINGS
 

INDICA A QUANTIDADE DE
CONVOLUÇÕES ONDE:
0 = CILÍNDRICA
1 = UMA CONVOLUÇÃO
2 = DUAS CONVOLUÇÕES
3 = TRÊS CONVOLUÇÕES
 

2 = MOLA OU KIT
3 = BOLSA
INDICA SE O PRODUTO É UMA
MOLA OU UMA BOLSA ONDE:
 

É O CÓDIGO INDIVIDUAL DE CADA MOLA, BOLSA OU KIT. 

  

EXEMPLOS 

 

566  0  3  8017 

EXEMPLO DE CÓDIGO DE BOLSA CILÍNDRICA 

566  0  2  8444 

EXEMPLO DE CÓDIGO DE MOLA CILÍNDRICA 

578  2  3  8034 

EXEMPLO DE CÓDIGO DE BOLSA COM DUAS CONVOLUÇÕES 

578  2  2  8549 

EXEMPLO DE CÓDIGO DE MOLA COM DUAS CONVOLUÇÕES 



Produtos em destaque
Lançamentos